Nutrologia

Nutrologia: uma “nova” Especialidade Médica? 

nutricao-e-nutrologiaA Nutrologia é a especialidade médica voltada para a fisiopatologia, o diagnóstico, a prevenção e o tratamento das doenças nutroneurometabólicas, às quais referíamos anteriormente como doenças nutricionais, do ponto de vista médico.

A Nutrologia foi reconhecida como especialidade médica em 1978 pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e na Resolução CFM nº. 1.763/2005 a Nutrologia passou a ter o número 41 na Relação das Especialidades Médicas Reconhecidas.

As Especialidades Médicas podem abranger órgãos (como é o caso da Cardiologia ou Pneumologia), sistemas (Hematologia, Endocrinologia) ou agentes, como no caso da Infectologia (vírus, bactérias, fungos) e da Nutrologia. O agente de estudo da Nutrologia é o nutriente, que pode estar na forma de Macronutrientes (Carboidratos, Gorduras, Proteínas) ou Micronutrientes (Vitaminas, Minerais). Portanto, a Nutrologia está ligada à alimentação, aos alimentos e seus nutrientes, à ingestão, digestão, absorção, metabolismo e utilização orgânica dos mesmos na saúde e na doença;

Para receber o título de Nutrólogo, deve-se realizar 6 anos e Graduação em Medicina, fazer Residência Médica reconhecida pelo MEC em Clínica Médica ou Cirurgia Geral por mais 2 anos e após, especialização em Nutrologia, por 1 ou 2 anos (dependendo do serviço), prestando concurso normatizado e reconhecido pela Associação Médica Brasileira e pelo Conselho Federal de Medicina para obtenção do Título de Especialista em Nutrologia concedido pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). A ABRAN representa mais de 3.200 médicos nutrólogos brasileiros, que atuam no desenvolvimento e atualização científica na área das ciências nutricionais, especificamente a Nutrição Médica, sendo uma sociedade exclusivamente formada por médicos.

O nutrólogo pode enfocar seu atendimento tanto no sistema ambulatorial quanto intra-hospitalar, pois sua área de atuação envolve desde o diagnóstico, tratamento e o acompanhamento da Desnutrição Energético Protéico, das Síndromes de Má Absorção (síndrome do intestino curto, doenças inflamatórias intestinais, gastroenterectomias), da Obesidade, dos Transtornos Alimentares (Anorexia Nervosa, Bulimia Nervosa e Transtorno Periódico de Compulsão Alimentar), como também a terapia nutrológica em Doenças Crônicas – Diabetes Mellitus, Nefropatias, Hepatopatias, Cardiopatias e Neoplasias.  Também engloba os Distúrbios de Micronutrientes, como as Hipovitaminoses e os seus consequentes quadros clínicos (Beribéri, Escorbuto, Pelagra) e ainda a Terapia Nutricional Parenteral ou Enteral no paciente crítico e/ou hospitalizado.

Esta atuação ampla e abrangente permite ao Médico Nutrólogo realizar múltiplas parcerias profissionais com especialidades médicas (endocrinologia, cardiologia, pneumologia, nefrologia, gastroenterologia, geriatria, oncologia) e profissionais da saúde (enfermeiros, educadores físicos, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, psicólogos), além de participar da Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional Hospitalar.

O fortalecimento da Nutrologia como ciência médica contribui para melhorar a vida das pessoas, disseminando o conhecimento científico sobre o fundamental papel dos alimentos para a conquista da saúde e do bem-estar, o que torna a função do Nutrólogo de excepcional valia e larga amplitude nas várias áreas abrangidas por esta especialidade.