Fique por dentro

Janeiro: mês de conscientização sobre o câncer de colo de útero.

 

As células normais do colo do útero podem gradualmente desenvolver mudanças pré-cancerosas que se transformam em câncer. Essas mudanças pré-cancerosas podem ser denominadas neoplasia intraepitelial cervical, lesão intraepitelial escamosa e displasia. Estas alterações podem ser detectadas por exames anuais de prevenção (Papanicolaou).

O principal fator de risco para o desenvolvimento de lesões intraepiteliais de alto grau (precursoras do câncer de colo do útero) e do câncer de colo do útero é a infecção pelo papiloma vírus humano (HPV). Contudo, essa infecção, por si só, não representa uma causa suficiente para o surgimento do câncer de colo do útero, faz-se necessária sua persistência.
Por isso a importância das mulheres seguirem a recomendação de realizar exames de Papanicolaou e pélvicos regularmente a partir do início da atividade sexual.
(Fonte: Oncoguia)
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *